Governador visita instalações da Ambev em Teresina

Nos últimos cinco anos, a Ambev já investiu no Piauí R$ 157 milhões.

Teresina, PI - A convite da gerência da Companhia de Bebidas das Américas (Ambev), o governador Wellington Dias visitou, nessa terça-feira (05), as instalações da empresa em Teresina. Na ocasião, foram apresentados dados locais sobre a companhia e a expansão na produção e em ações voltadas para a área socioambiental.

Para o governador, a empresa possui um importante papel para a economia estadual. “É uma das maiores contribuintes com tributos, com impostos, para o estado do Piauí e também para o Brasil. Ela tem uma presença hoje no mundo, em várias marcas. E aqui no Piauí, além de gerar emprego, ela cria uma rede de vendedores em todo o estado e com territórios vizinhos como, por exemplo, o Maranhão”, destacou Dias.

Recebido no auditório da companhia por dezenas de funcionários, Wellington Dias também tratou de pautas importantes para a empresa e seus trabalhadores, como investimentos estaduais na área de habitação, estradas, energia e segurança.

Nos últimos cinco anos, a Ambev já investiu no Piauí R$ 157 milhões. De acordo com o diretor regional da companhia, Fabiani José de Oliveira, as instalações em Teresina têm um papel logístico importante enquanto centro de distribuição no Nordeste brasileiro.  “Estamos na cidade desde 1981, e hoje geramos 740 empregos aqui na região. Sabemos que aqui é um estado diferenciado tanto no nível da educação como da mão de obra. Atendemos, a partir do estado do Piauí, todo o Nordeste. Mandamos produtos a partir de Teresina até a Bahia, como refrigerantes e cerveja”, informou o diretor.

A visita de cortesia também foi acompanhada pelo diretor de relações governamentais Disraelli Galvão e por Sandro Reis, gerente da cervejaria em Teresina. O secretário do Meio Ambiente, Ziza Carvalho, também acompanhou a agenda.

Responsabilidade socioambiental

A Ambev investe em ações para redução do impacto ambiental local. Segundo o diretor regional da companhia, 100% da matriz energética utilizada vem de biomassa. Outra meta alcançada é a economia no uso de água. Nos últimos cinco anos, houve uma redução de 33% no consumo de água na produção. ”Sabemos o quanto é importante para o Nordeste a economia de água para a produção de cervejas”, pontuou Fabiani.

A companhia ainda possui parcerias com escolas para formação na área de proteção ambiental por meio de atividades sobre o cuidado com o meio ambiente, envolvendo crianças.

Fonte: Com informações do Governo do Piauí

ÚLTIMAS NOTÍCIAS


COPYRIGHT © 2015 TUDOECONOMICO.COM | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS